Tefa Polidoro, reside em Caxias do Sul, é atriz, encenadora, professora e  pesquisadora. Tem doutorado em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina, com foco nas discussões sobre “grotesco”, “teatros feministas” e “teatros políticos”. Tem mestrado em Teatro pela mesma universidade, com pesquisa acerca de temas como memórias, processos criativos e dramaturgia feministas. Graduada em Teatro pela UFRGS. Seus trabalhos mais relevantes são (E)Terno (2010), Due Lati della Campana (2016) e a teatro palestra Nem uma a menos (2017), todos com dramaturgia própria e construídos sob perspectivas feministas. 

Daiani  Brum reside no município de Santa Maria (RS), é palhaça e doutoranda em Teatro (UDESC), Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2017), bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2012). Formou-se em palhaçaria na Escola de Palhaços dos Doutores da Alegria, no curso de Formação de Palhaços para Jovens (2014). Dedicou-se à atuação palhacesca hospitalar junto ao grupo Doutores Risonhos (Chapecó, SC- 2019), à criação artística autoral com a Cia Lunáticas de Palhaças (Florianópolis, SC – desde 2018), às ações artísticas, teóricas, formativas e de pesquisa na área de Artes Cênicas

Ana Fuchs, reside na cidade de Porto Alegre, é doutoranda pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na qual desenvolve a pesquisa sobre pedagogias do riso e do risível na palhaçaria feminina. É professora de teatro do Colégio de Aplicação da mesma instituição, onde desenvolve o projeto Palhaçaria no contexto escolar. É formada em artes cênicas com mestrado em educação.  Trabalha com a linguagem da palhaçaria desde 2000 e teve formação com diversos profissionais brasileiros e estrangeiros, como Ana Elvira Wuo, Karla Concá, Andréa Macera, Raquel Socolowski, Lily Curcio, Ricardo Puccetti, Leris Colombaioni, Avner Eisemberg, entre outras e outros.